*** Compartilhar ***
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
0
(0)

Também disponível em PDF através do menu principal em G1 (2014) -> COMENTÁRIOS -> ESTRATÉGIAS -> DESBRAVANDO -> SABEDORIA UNIVERSAL -> no final do texto OS HABITANTES DA TERRA

Leitura em voz alta automática:

MERGULHO

Na superfície, eu procuro curtir todas as emoções que o convívio social tem (prazer, manifestação de opiniões…) mesmo que poluídas de emoções negativas (raiva, medo…). Falo pelos cotovelos feito uma matraca. Lá nas profundezas, eu calo a boca da minha razão.

Quanto mais fundo é o meu mergulho, mais eu percebo coisas que o povo da superfície não percebe, mesmo mentalizando os mesmos cenários.

Uma das coisas que me segura na superfície, dificultando o mergulho, é violência.

O primeiro estágio do meu mergulho é a meditação plena 1 [01]. Nesse estágio, eu só me balanço, focando só na faxina da mente. Nessa faxina, eu não uso nada da razão, me concentro totalmente no nada.

Não gasto um milímetro cúbico de ar julgando, só reagindo e deixando as coisas fluírem ao seu bel prazer. Pois esse julgamento não mudaria nada. Só o meu tubo de oxigênio ficaria mais vazio.

Deixar fluir não é parar de pensar. É deixar que a mente seja invadida por qualquer estímulo externo, inclusive pensamentos. Mas apenas reagir de forma automática (sem raciocinar). Quando esse estímulo quiser ir embora, eu olho pra ele, faço um sinal de “V” e digo “paz e amor, bicho”. E sigo meu rumo.

Aposto que os grandes da história se inspiraram assim. Mas eles foram forçados a mergulhar desse jeito por causa de problemas graves. Mas tu não precisas! Mostrarei como.

Diferente que outros contextos, eu nunca consegui classificar a MP2 (sentimento/razão). Pois tudo flui, sem eu tomar consciência do que flui. Só depois de algumas horas, eu tomo consciência de ideias. E quanto mais fundo eu vou, mais fortes são essas ideias.

Mas advirto! Treina antes. Pois se mergulhares muito fundo no início, dá problema.

TREINO:

1) Aprender a respiração diafragmática. Ela é necessária dentro d’água.

Vídeo demonstrativo


2) Imergir leva um bom tempo. Durante a imersão, começa ouvindo esse som:

Som para imergir


3) Emergir é mais rápido. Durante a emersão, começa ouvindo esse som:

Som para emergir

Lá, perto do centro da Terra, o tempo parece parar, mas não. O que faço é deixar as coisas fluírem, fazer o que tem que ser feito e seguir em frente. Não como mosca.

Oye como va mi ritmo
TITO PUENTE


[01] G1 (2014) -> Meditação – orientações básicas -> Meditação Plena 1

Paulo Ricardo Silveira Trainini

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •