OS HABITANTES DA TERRA

*** Compartilhar ***
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
0
(0)

<<< ENGLISH VERSION >>>

Também disponível em PDF através do menu principal em G1 (2014) -> COMENTÁRIOS -> ESTRATÉGIAS -> DESBRAVANDO -> SABEDORIA UNIVERSAL

Leitura em voz alta automática:

OS HABITANTES DA TERRA

Imagine que uma minoria das pessoas sejam peixes das profundezas.
Ás vezes, eles vêm para a superfície. Mas de tempos em tempos,
mergulham novamente. Quanto mais perto do centro da Terra
conseguem chegar, mais enxergam essas coisas
oriundas da sabedoria universal.

Mas a maioria das pessoas estão na superfície da Terra
 desde que nasceram e nunca saíram de lá. E como há diversos conflitos
e barulhos ensurdecedores, não ouvem essa minoria. De sorte que,
elas não conseguem sentir nada da sabedoria universal,
mesmo que às vezes a sabedoria universal
se manifeste.

E como elas habitam a superfície desde que nasceram, elas acham
as coisas da sabedoria universal pura tolices.

Imagine agora que alguns desses habitantes
mergulhem até as profundezas para absorverem a sabedoria
universal, impossível na superfície. E quanto mais perto do centro
da Terra eles conseguem ir, mais absorvem ensinamentos
vindos da sabedoria universal. E eles não se
contentam nunca.

Mas, o convívio social e as emoções por eles conseguidas na superfície
não lhe saem da cabeça. E voltam de tempos em tempos. E quando interagem com os habitantes da superfície, não se queixam de nada,
 só manifestam alívios. Algumas vezes, esses alívios
abrem portas ou enriquecem o
círculo de amizades.

Agora, os felizes mergulhadores podem
 desfrutar plenamente de todas as maravilhosas emoções
que a nossa fantástica Terra proporciona. Mas antes que
esses felizes habitantes consigam transmitir os ensinamentos
da sabedoria universal, os habitantes da superfície transformam
o mundo em poeira cósmica.

MERGULHO

Paulo Ricardo Silveira Trainini – o plagiador de Platão

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *