QUEDA LIVRE

*** Compartilhar ***
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
5
(2)

Leitura em voz alta automática:

QUEDA LIVRE


1 de 2 ————————————-

Quando surge uma ideia criativa no meu inconsciente, o cérebro apenas anuncia esse surgimento para o consciente através de batimentos cardíacos irregulares, sem nenhum significado. Mas mantêm a ideia no inconsciente até que ela resolva fluir naturalmente para o consciente, sem nenhum esforço voluntário.

Imagina que o meu cérebro é uma mulher grávida e a ideia criativa, o feto. Agora, imagina que o meu inconsciente é o útero da mulher e o consciente, o lado de fora. Fluir naturalmente do inconsciente para o consciente é parir só na hora certa. Dessa forma que eu falei, a ideia criativa (feto) se desenvolverá normalmente no inconsciente antes de se tornar consciente (nascer).

Antigamente, quando eu sentia esse anúncio, eu não conseguia ficar tranquilo sem que a consciência fizesse imediatamente uma “cesariana”. Aí, o feto criativo nascia parecendo um ovo espatifado no chão. 🙁

2 de 2 ————————————-

A primeira tática que eu usei para evitar esse parto desastroso foi, logo no surgimento de uma ideia criativa, anotar em papel só a primeira palavra da ideia e depois tirá-la da vista, esquecendo-a completamente. Logo depois desse “regurgito” (esquecimento saudável para garantir a lembrança futura), a tranquilidade invadia a consciência. Pois, sabia que lembrar de tudo novamente era bem simples. Bastava pegar essas anotações e, imediatamente, lembrar de todo o resto.

Depois de um tempo, foi ficando cada vez mais difícil esquecer das anotações. E, sem esse “regurgito”, a tranquilidade não invadia. Para facilitar o esquecimento, eu comecei a reduzir o número de palavras anotadas, até que o papel ficou em branco. Aí, eu tirava o papel em branco da vista e esquecia de tudo, até do surgimento das ideias.

No resgate de um papel em branco, o que eu me lembrava era apenas que uma ideia criativa surgiu e se transformará num lindo não sei o quê exatamente em não sei quando.

Hoje, quando uma ideia criativa surge, eu não anoto nada em papel nenhum. Apenas deixo o inconsciente decidir o quê e quando devolver para a consciência. Isso exige disciplina e, por vezes, coragem. Pra tu teres uma ideia, imagina que o surgimento de uma ideia criativa é um salto de paraquedas em queda livre. Se algum iniciante tentar fazer isso, aposto que vai enfartar em poucos segundos.

Faz algum tempo que quando surge uma ideia criativa, o inconsciente apenas anuncia para o consciente: “Acaba de surgir uma ideia criativa. Fica tranquilo que vai nascer não sei o quê não sei quando. Garanto!” ?!?!?!?

Paulo Ricardo Silveira Trainini

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

2 comentário em “QUEDA LIVRE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *