ISOLAR OS CONTEXTOS

*** Compartilhar ***
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
0
(0)

Também disponível em PDF através do menu principal em G1 (2014) -> COMENTÁRIOS -> ISOLAR OS CONTEXTOS

Leitura em voz alta automática:

ISOLAR OS CONTEXTOS

Ocupar os recursos operacionais só com a atividade presente multiplica o desempenho. Para fazer esse isolamento, é necessário, dividir os contextos. Após essa divisão, determina as atividades dos seus escopos. A figura acima é um exemplo disso, extraída de
https://www.dropbox.com/sh/i8658ejcjpva1i4/AADVP8n5058qcnsqeOFWHXMqa?dl=0

Essa é a espinha dorsal das minhas atividades, distribuídas em cinco contextos. Ela varia pouco em relação aos contextos intermediários. De certa forma, essa relação pode ser comparada com o nosso corpo.

O isolamento dos recursos operacionais (memória de trabalho, músculos, neurônios envolvidos, etc) tranquiliza a mente para facilitar a concentração na atividade presente, o que torna a sua execução mais otimizada (velocidade, exatidão, precisão, robustez, etc).

Esses contextos devem ser definidos de maneira personalizada, considerando todas as características contextuais de cada um (saúde, família, trabalho, etc). Apesar dessa divisão contextual, detalhada no arquivo LEIAME ( clica aqui), ter me auxiliado superar barreiras duras oriundas do meu problema de saúde, praticamente tudo eu defini de forma intuitiva. Mas descobri posteriormente que todas essas coisas possuem fundamento médico. Por isso, se gostares da ideia, sugiro fortemente definir esses contextos pra ti com a orientação de especialistas em cada área.

Cada contexto deve utilizar uns oitenta por cento da nossa capacidade. Não muito mais, nem muito menos. Se a capacidade ultrapassa o limite máximo da pessoa, vira doença. Se a capacidade for muito menor que esse limite (recursos ociosos), fica muitas tarefas para a(s) fase(s) seguinte(s).

Para fazer a troca de contexto de maneira eficiente, todos os recursos operacionais do corpo envolvidos precisam se ajustar. Esse ajuste é feito de maneira intuitiva se os estímulos que afetam o corpo (visuais, auditivos, olfativos, emotivos, musculares, etc) são acionados de acordo com a fase seguinte.

Se fizeres uma divisão contextual semelhante, conseguirás atingir um desempenho muitas vezes maior.

DICAS:

  • Foca todos os recursos envolvidos nas atividades que compõem o contexto presente (memória de trabalho, músculos e etc);
  • Só permite outras coisas ocuparem espaços nesses recursos se elas não prejudicarem as atividades presentes;
  • Dessa forma, o médico consegue diminuir a prescrição de medicações. Pois, o próprio corpo age como um medicamento.
  • Evitar a ociosidade de recursos aumenta a capacidade de administrar mais tarefas diárias de maneira eficiente. Por isso que quem segue uma coisa desse tipo consegue executar tarefas que normalmente só uma equipe inteira consegue.

Paulo Ricardo Silveira Trainini

Amor e sexo – Rita Lee

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •