ESTRADA FANTASMA

*** Compartilhar ***
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
0
(0)

Leitura em voz alta automática:

ESTRADA FANTASMA

Sempre que os meus neurônios levam um susto, eu me sinto incomodado e mal humorado. Nessa hora, os neurônios mais capazes de coordenar ações que exijam mais força e rapidez de raciocínio povoam a consciência em um número muito maior que os outros neurônios. Mas, eles só conseguem ser exatos, não precisos.

Esses neurônios não fazem diferença entre exatidão e precisão. Então, nessa hora, se eles comandarem a consciência, dá problema. Quando os meus neurônios estavam intoxicados, isso sempre acontecia. Eles confundiam ainda mais a minha capacidade de decisão para que eu satisfizesse os vícios (docinhos, frituras…).

Imagina que o convívio social é como dirigir em uma neblina. O motorista (minha consciência) precisa oscilar a iluminação dos faróis de longe pra perto e vice-versa com uma certa frequência. A medida que se aproxima um obstáculo, tipo um quebra-molas, o motorista precisa aumentar a frequência dessa oscilação e usar os recursos disponíveis para que o carro tenha sucesso na passagem do obstáculo.

Agora, imagina que de repente essa neblina fique muito densa, uma verdadeira estrada fantasma. O motorista precisa aumentar a frequência dessa oscilação dos faróis, diminuir a velocidade e prestar mais atenção nos obstáculos mais próximos.

Quase sempre, a ideia foco dos meus posts aparece no meio de uma dessas estradas fantasma. Será nessa estrada fantasma que estará a ideia foco, que tornará o post mais valioso. Mas a mistura desse tempero só terá sucesso se toda a preparação for bem feita.

Para que essa preparação se aproxime o máximo do ideal, ela precisa admitir variações nos ingredientes da base, ou seja, não admitir vícios. Daí, mesmo variando os ingredietes, o gosto final sempre fica o mesmo.

Paulo Ricardo Silveira Trainini

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

2 comentário em “ESTRADA FANTASMA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *