AFUNDEM

*** Compartilhar ***
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
5
(3)

Leitura em voz alta:

AFUNDEM

No meio de uma chuva de opiniões diferentes (mesmo as contrárias), eu procuro não silenciar nenhuma. Apenas tento abafar as que tentam silenciar outras. Nesse entrevero, eu me sinto o homem das cavernas dentro de um laboratório de informática.

A primeira grande estratégia de programação que eu aprendi na faculdade é conhecida como DIVIDIR O INIMIGO PARA CONQUISTAR. Eu a aprendi como sendo uma estratégia napoleônica. Desde então, eu atribuí a sua criação a Napoleão Bonaparte. Mas, recentemente, eu vi que eu estava enganado.

Napoleão foi apenas o primeiro grande nome da história moderna que a utilizou, mas o primeiro grande nome da história moderna que falou nessa estratégia foi Nicolau Maquiavel, em seu livro chamado “A Arte da Guerra”. Inclusive, Napoleão se inspirou nesse livro.

Nicolau Maquiavel também falou que essa estratégia já foi usada por generais da antiguidade. Então, sabe-se lá por quem e quando ela foi criada.

=======================================

Imagina que essa chuva de opiniões é uma chuva de meteoros. Quando eu tento abafar uma opinião que tenta intimidar ou silenciar outra é como uma tentativa de desviar o rumo de um meteoro que está se dirigindo à Terra. Essa tentativa de desvio não visa exterminar o meteoro, apenas fazer com que ele desvie o seu rumo de maneira que não destrua a Terra e nenhum outro planeta do sistema solar.

Eu já apliquei essa estratégia para ignorar as informações contrárias e irrelevantes ao presente, milhares de vezes. Tanto em programação quanto em redes de computadores (minha especialidade). Talvez uma boa classificação dessa estratégia seja a de ABSTRAÇÃO DE DADOS.

O máximo que eu permito a alguém com opinião diferente é apenas lamentar a ignorância da outra, mas não acabar com ela.

Não sofre por antecipação. Vive o presente e apenas planeja o futuro, não o vive. Nesse planejamento, apenas ignora as informações conflitantes, não extermina com elas. Exterminá-las não é ignorância, é estupidez. Aí, o mais provável é que os contrários se afundem.

Paulo Ricardo Silveira Trainini

Presentation – PHAXE

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •