SEM CRISE

*** Compartilhar ***
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
5
(2)

Leitura em voz alta:

SEM CRISE

Flávia, antes do meu blablablá de sempre, meus parabéns pelo post A HORA E A VEZ. Além de ter sido muito bem escrito, dá para notar que foi idealizado, planejado e refinado com muito cuidado antes de publicá-lo. O resultado foi um texto gostoso de ler e rápido de absorver o conteúdo. Ao ler, senti o teu coração batendo e a força da tua formação.

“jogou luz ao essencial: a vida!”

Para escrever um texto assim, é preciso, além de um forte conhecimento, paciência de planejá-lo e refiná-lo com cuidado antes de publicá-lo. Sobretudo, é preciso um coração pulsando forte para infectar o texto com frases como essa acima entre aspas.

um beijo,
Palico

============ BLÁBLÁBLÁ =============

Nascemos com o cérebro pronto para sermos um quadrúpede. Só a partir dos primeiros passos, ele começa a pensar como um bípede.

Também, não faz muito tempo que a neurociência descobriu que o cérebro toma as suas decisões com base numa combinação nebulosa da razão com a emoção. Não apenas na razão, como se pensava antes. Aliás, a partir dessa descoberta, o teste de QI não é mais válido para medir a inteligência, pois ele mede só a capacidade racional de alguém, desconsiderando completamente a capacidade emocional.

Hoje, a própria neurociência admite que não é capaz de medir com precisão a inteligência de ninguém. Ainda, segundo o que li num livro escrito por um neurocientista respeitadíssimo, a genialidade vem da genética.

Bem, eu decidi acreditar que quando nascemos, decidimos com base na emoção combinada apenas com as bruxarias feitas pela nossa carga genética, pois o nosso conhecimento é zero.

Claro que o conhecimento é fundamental. Sem ele, o geniosinho vira um idiota. Mas, se o aspirante a gênio virar um PhD e ignorar a emoção, também virará um idiota.

=============================

Se o teu conhecimento não te disser nada, apenas ouve e planeja o próximo papo considerando o que sentiste durante o papo anterior. Isso o fará ver com mais nitidez o que será, ou não será, respondido no próximo papo.

Isso achata a busca, tornando-a cada vez mais suave, menos perigosa e mais precisa. Se não entender nada no primeiro papo, relaxa. Apenas pesca as ideias principais, planeja o próximo papo com base nessas ideias e segue em frente. O que pode parecer não ter solução, te jogo que tem, sem crise.

Paulo Ricardo Silveira Trainini

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

2 comentário em “SEM CRISE

  1. SEM CRISE – SUAVIDADE

    Figura principal disponível em http://sustonosneuronios.org/wp-content/uploads/2020/05/BEM-TE-VI.jpg

    Ao sentir a gravidez de uma ideia criativa, semelhante a se apaixonar sem motivo, não tenta adiantar o parto. Só cuida da tua saúde, mais nada.

    Se adiantares o parto, nascerá uma ideia untada de merda. Aí, quem curtirá a ideia são os outros, mas quem a limpará és tu.

    Ao invés de um parto marrom, deixa a ideia nascer ao natural. Aí, ela poderá ser desenvolvida por completo. Apenas limpa os estímulos visuais e aditivos do próximo contexto é segue o baile.

    Imagina que esse sentimento é um passarinho arisco. Sentindo a suavidade proporcionada pela limpeza, ele virá de novo e mais maduro.

    Durante essa limpeza, age como um robô. Não interage com ninguém, só age com o conhecimento adquirido antes. Depois tudo pronto, relaxa e troca umas palavras amigas com alguém, tentando suavizar as tensões desse alguém.

    Paulo Ricardo Silveira Trainini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *