AÍ VAI FOGO

Compartilhar
5
(1)

Também disponível em PDF através do menu principal em G1 (2014) -> COMENTÁRIOS -> ESTRATÉGIAS -> DESBRAVANDO -> AÍ VAI FOGO

Leitura em voz alta automática:

AÍ VAI FOGO

Quando fica confortável para o sentimento, ele se aproveita e passa dos limites. Se deixar rolar, o conforto vira piração. Antes disso, a voz da razão precisa frear, senão o sentimento manda tudo pras cucuias. A mesma coisa serve para situações inversas.

Ou seja, ainda que o sentimento (ideias criativas, intuição…) e a razão (conhecimento, prudência…) precisam se manifestar, eles precisam relaxar quando se estressam. Nessas horas, se eles não relaxarem, mandam tudo pras cucuias. Quanto mais doida fica essa piração, mais requintes de crueldade terão os destinos.

O cardápio desses requintes varia conforme o tipo da piração. No menu, tem churrasco, batata frita, bolinho de chuva e outras coisas. O recém chegado sempre é usado na receita de um desses pratos.

Se eu calasse a voz da razão, eu já teria ido pras cucuias. Mas também, se calasse a voz do sentimento, eu também já teria tido o mesmo destino. Ou seja, eu ainda estou aqui porque mantenho essa dupla viva dentro de mim. E olha, eles fizeram uma ótima amizade na minha cabeça. Pois, além de não ter ido pra esse buraco, tô em paz.

Quando o sentimento dá uma ideia legal pra razão, a razão refina e depois mostra pro sentimento. Se ele sorrir, eu publico. Se o sentimento não sorrir, a razão repete o processo antes de publicar. Se nada resolver, eu jogo fora o rascunho e não publico nada.

Mas essa parceria precisa ser cultivada sempre, gradualmente. Se as etapas que a vida nos apresenta forem atropeladas, essa parceria fica fraca.

Antes que o emburrado faça algo irresponsável, eu assusto os neurônios dele. Antes de dar um susto, me muno de orientações especializadas e não fujo dos seus limites.

Deixar o emburrado fazer algo irresponsável é perigoso. Muitas vezes, esse perigo pode acabar em catástrofes com consequências graves para muita gente inocente.

Para dar um susto desses, é preciso informação, treino e disciplina. Sem eles, põe a tua coragem numa jaula e tranca bem. Depois, a uma distância bem segura, diz pra esse macaco aí de cima “aprende a fazer só o que dá”.

Se deixar o bicho sair chutando tudo, voltaremos a ser macacos. Isso cheira contração e descontração dos corpos.

Neurônio Intoxicado


O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Classificação média 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

  •  
  •  
  •   
  •  
  •   
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *