DRIBLE

Leitura em voz alta automática:

DRIBLE

Não sei se já reparaste nisso, mas os pássaros que voam em bando quase sempre voam em forma de “V”. Digo “quase” porque o caos sempre tem carta branca para invadir o céu e avacalhar com tudo quando a brindoleza desejar.

Os especialistas em aerodinâmica descobriram que essa tática é altamente inteligente, pois é a melhor forma de driblar a resistência do ar.

A mágica desse drible é cada pássaro aproveitar ao máximo o vácuo proporcionado pelo pássaro da frente. Dentro desse vácuo, a resistência do ar é zero. Aí, o pássaro dá uma caneta no vento, um chapéu no pássaro da frente, um toquinho pro gol e, meudeusducéu, que categoria!

Repara que nesse “V” sempre tem um pássaro mais à frente que todos, o líder. Ele é quem decide a direção do bando. Se ele se atirar num precipício, todos vão junto. Aposto que isso tem uma relação direta com o efeito manada.

Um detalhe, o líder do bando se altera de tempos em tempos. Um dos motivos é descansar, pois este não aproveita o vácuo de nenhum outro pássaro. Aposto que o outro motivo está relacionado com o caos.

Tá faltando para nós, reles humanos, essa inteligência irracional.

Paulo Ricardo Silveira Trainini

2 ideias sobre “DRIBLE

  1. Há poucas décadas, os cientistas descobriram que o cérebro toma suas decisões não só pela razão, como se pensava antes. Mas por uma combinação da razão com a emoção.

    Inclusive por causa disso, o teste de QI (Quociente de Inteligência) não é mais usado para medir a inteligência de alguém. Pois, ele avalia só a razão da pessoa. Além disso, a própria neurociência admite que não é capaz de medir com precisão a inteligência de alguém.

    INFORMAÇÃO ADICIONAL: As pessoas mais inteligentes do mundo não são as de QI mais alto.

  2. Apesar de caóticas, algumas situações inesperadas e desagradáveis possuem alguns padrões que se repetem. Basta prestar atenção, sem a menor intervenção, e registrar os principais fatos. Depois de algumas repetições dessas situações caóticas, se percebe isso claramente.

    SUGESTÃO: olha para o voo de um bando de pássaros e, na ocorrência de alguma situação inesperada, presta atenção só em um pássaro. Registra sua reação, mais nada. Repete esse registro algumas vezes. Depois analisa a relação entre eles.

    Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *