SUTILEZA

*** Compartilhar ***
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
0
(0)

Leitura em voz alta automática:

SUTILEZA

1 – 2 ———————————

O estopim para a criatividade é a novidade. Mas o que é novo hoje, virará padrão normal amanhã. Se essa novidade for aproveitada só para ser curtida, sem ser desafiada, o cérebro criativo registrará só coisas que amanhã serão padrões normais.

E o cérebro que funciona só através de padrões normais é um verdadeiro piloto automático. Aí, se algo não sair como o esperado, dá pane. Aposto que esse é o motivo pelo qual a maioria das pessoas altamente criativas ficam com a respiração rápida e ofegante, o que indica que estão próximas de uma pane.

Por isso, é crucial fugir como o diabo da cruz de manipulações, que incentivam só a curtição de novidades. Pois elas preconizam o esquecimento de fatos desafiadores e só o registro de novidades, transformando o cérebro em piloto automático.

2 – 2 ———————————

Quanto mais eu reduzo a amplitude do foco, mais sutis e mais numerosas são as novidades que eu percebo. Essa sutileza é algo como a semente de uma árvore. O tamanho e tempo de vida dessa árvore é inverso à amplitude do foco.

Experimenta abrir o refrigerador e mudar um ingrediente da receita original porque não tem. A medida que esse experimento vai se repetindo, o gosto final vai ficando cada vez mais parecido com o da receita original, mesmo com essa mudança desafiadora.

Naturalmente a amplitude do foco das etapas preparatórias vai se reduzindo, pois, o cérebro vai procurando mais desafios. Quanto maior for o número de desafios, maior é a certeza do tamanho dessa árvore.

Paulo Ricardo Silveira Trainini

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •