PRO LIXO

Leitura em voz alta automática:

PRO LIXO

Muitas vezes, novidades salvadoras só ficam claras quando eu as tiro da vista da minha consciência. Verdade que isso não são todas as vezes. Porém, essa clarividência é frequente. Existem coisas que eu só consegui inovar errando ou desafiando o meu próprio cérebro. Por exemplo, um desafio que eu geralmente faço é não assistir televisão, rádio e nem outro tipo de comunicação com o mundo por um dia.

Aí, antes de voltar à minha rotina normal no outro dia, eu faço o seguinte: ponho a minha razão a descansar na reserva, mando essa tirana pro vestiário e passo a faixa de capitão para o sentimento. Só deixo a razão voltar pro banco de reserva quando ela se acalmar. No momento que ela enxerga claramente uma ideia sensacional para vencer, entra em campo novamente e pega a faixa de capitão.

Quando a minha razão vira capitã, refina a ideia e manda bala. Esse bate-bola entre os neurônios se repete desde que eu era pirralho. Depois que a razão refina, a possibilidade de vitória cresce. E esse crescimento é exponencial, pois o próximo refinamento é baseado nas repetições passadas. Ou seja, a repetição é recursiva.

CAIXINHA DE SURPRESA

Figura extraída de http://sustonosneuronios.org/ -> Pesquisar… -> CAIXINHA DE SURPRESA

Não gasta todo o teu tempo só criticando. Xinga o além e sai fazendo algo para remendar o problema sem desagradar ninguém nem estragar o futuro.

Por melhores que sejam as coisas, sempre podem ser melhoradas. Por causa dessa recursividade, o futuro é uma eterna incógnita. Agir assim, permite que o futuro afunile cada vez mais problemas. Antigamente, os fabricantes de televisão faziam de tudo para diminuir o tamanho do tubo de imagem. Hoje, nem tubo fabricam mais. Estão indo todos pro lixo.

Paulo Ricardo Silveira Trainini

 

Quão útil este post foi pra ti?

Clica na estrela para classificar!

No votes so far! Be the first to rate this post.

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!