OPA! ME ENGANEI :(

Leitura em voz alta automática:

OPA! ME ENGANEI 🙁

É só no vazio, logo acima do degrau mais alto da escada das coisas aprendidas, é que eu consigo identificar coisas novas. Mas essas novidades só ficam conscientes depois.

Eu só consigo atingir esse estado depois de limpar totalmente a consciência (MP1) e logo depois, sem ingerir nada, executar a MP2 em silêncio completo dos estímulos externos (visuais, auditivos, emocionais, físicos…). A MP2, resgata memórias antigas, inclusive pensamentos, e as joga nesse vazio da consciência. Eu presto atenção só na respiração e deixo tudo isso apenas fluir, sem fazer nenhum tipo de julgamento.

OBS: Sem fazer uma faxina pesada na consciência, se isentar de fazer nenhum tipo de julgamento é impossível.

Compara isso com uma reunião calorosa, fogo cruzado de opiniões diferentes, apenas prestar atenção num ponto inanimado e não discordar nem concordar com ninguém. Apenas inspirar e expirar sem fazer força nenhuma. Logo depois dessa reunião, liga um som do teu gosto e toma um café.

Isso é como montar em um potro redomão, soltar as rédeas e seguuura peão. Faço a MP1 diariamente há muitos anos antes de amanhecer. Eu só consigo fazer isso uma vez por dia. Foram as repetições que me mostraram como expandir esse vazio, aumentando o poder da MP2. Hoje, eu pratico a MP2 com uma frequência bem menor que antes. Porém, as ideias resultantes dela são bem menores e mais poderosas. São mergulhos meditativos mais profundos. O ápice disso é a felicidade plena.

A melhor forma de iniciar a construção dessa escada é através da técnica de meditação chamada vipassana (vipassana.org). Gradativamente, vais notar que a distribuição diária de estados meditativos irá suavizar e aumentar o poder desse processo. A partir de um certo momento, tu mesmo vais descobrir a melhor forma de meditar pra ti. Outra coisa que tu vais notar é que a tua memória e capacidade de aprender coisas novas irão ficar cada vez melhor.

vipcomlogo

Se tu te sentires indeciso, confuso, com medo ou algum outro sentimento desagradável, não te preocupas. Isso indica que tu estás próximo de algo novo, inexplorado. Simplesmente encara, te defende com todas as tuas forças e segue em frente, não ataca.

O medo é natural. Se fugires, essa coisa nova também fugirá. Mas se encará-la, ela te presenteará com essa coisa nova. Obras magníficas foram criadas assim.

Antes de ser presenteado, não tenta pegar. Depois de te defender, deixa um espaço vazio, esquece e olha pra frente.

A maior parte de um átomo é composto de espaço vazio. Quando tocamos em um objeto sólido estamos tocando em um imenso vazio. Só o núcleo atômico é sólido, menos de 1%.

Quanto mais forte fica a minha razão, mais estranho é isso. Imagina só, tocar em uma pedra e em água pura é quase a mesma coisa?! Bah, que doidura! Mas quando eu silencio todos os estímulos possíveis da consciência, fica tranquilo aceitar isso. Ninguém supera recém-nascido nisso.

A primeira vez que eu fiz isso foi para enfrentar um problema grave que eu tive de uma insônia. Era um medo assustador de que algo terrível me acontecesse. Aí, eu ficava tão apavorado que não conseguia pegar no sono nem relaxar. E isso me deixava mais apavorado ainda.

Felizmente, eu consegui superar esse problema antes ele me levasse para uma clínica psiquiátrica. Ainda, consegui superar sem a necessidade de nenhuma medicação. Mas essa vitória só veio com uma disciplina absurda e muita força de vontade para acreditar no sucesso da minha investida. Demorou vários dias, mas botei na cabeça o seguinte “vou tentar hoje, se eu conseguir um ínfimo sucesso, tentarei novamente no outro dia”, Day by day. Ou seja, um murro no problema de cada vez.

A descrição do que eu fiz está em http://sustonosneuronios.org/ -> Site 1) Susto Nos Neurônios -> COMENTÁRIOS -> ISOLAR CONTEXTOS -> link abaixo da primeira figura -> 0.3 LEIAME.rtf -> Fase_1(); “cama”. Verdade que eu já comentei isso antes, mas agora eu descobri a relação disso com o espaço vazio do átomo.

Eu atingi uma redução de foco tão grande que eu já consegui perceber direitinho a relação disso com esse espaço vazio do átomo. No momento que eu observo as minhas próprias ações no passado através desse reflexo, eu vejo meus próprios erros. Dessa forma, a consciência testemunha essas ações. Esse testemunho é tipo a imagem refletida num espelho.

Quanto mais profundo é o mergulho meditativo, mais nítido fica o reflexo. Esse reflexo deixa claro os equívocos. Aí, a consciência pensa “OPA! Me enganei 🙁 ”.  Na repetição seguinte, o engano é corrigido e o foco se reduz mais ainda.

Ou seja, parar de pensar conscientemente é legal. 🙂

Paulo Ricardo Silveira Trainini

OM MANI PADME HUM

 

9 ideias sobre “OPA! ME ENGANEI :(

  1. DIFERENTES

    —————————————————————————————-

    “…muitas coisas começam assim com o impulso de um diálogo que nos move até um novo desafio.”

    – Facundo Manes em USAR O CÉREBRO –

    —————————————————————————————-

    A variação radical dos estímulos me facilita esquecer das coisas do presente. Uma variação assim é tipo uma varredura na memória consciente.

    Se a força dessa radicalidade for maior que o diâmetro da minha roda da potência neurológica, essa varredura despeja tudo no lixo. O trauma é brabo.

    Por exemplo, se eu passasse a comer o que eu como hoje no passado sem uma mudança gradual, eu ficaria traumatizado. Aí, dificilmente eu conseguiria mudar meus hábitos alimentares como eu mudei, que é muito mais saudável.

    Hoje, a maioria das coisas que eu como são amargas. Mas eu demorei muitos anos para me habituar assim. Isso é muito melhor para os neurônios.

    Toda a mudança de hábito alimentar é como uma ideia forte. Não se deve correr atrás de coisas saudáveis. Antes de ser presentado com a vontade de comer coisas amargas, não corre atrás. Senão, o cérebro fica irritado e te engana. Dá um jeito de tu cruzares com doces e cair de boca.

    Quando sentires vontade de comer doce, anota em um papel “comer um docinho agora”, põe a anotação fora da vista da consciência e rapidamente troca de contexto sem comer nada.

    Quando voltares nesses lugares, vais perceber quanto lixo o teu próprio cérebro tentou te jogar só pra te enrolar. Se tu comeces o docinho naquela hora, a consciência ia ser contaminada. Depois de cair na tentação, vais dizer “Eu fui um idiota”.

    Se insistires nas idiotices, vais perder a raiz. Aí, vais virar um fanático, cair nas mãos de um louco e aconselho a chamar logo o padre. Ao invés de insistires nas idiotices, dialoga com outros, mesmo que tenham opiniões diferentes. Será um desafio.

    —————————————————————————————-

    Trailer do filme 2001 UM ODISSEIA NO ESPAÇO

    https://www.youtube.com/watch?v=7E9CD3Hucws

    ————————————————————————–
    Paulo Ricardo Silveira Trainini

  2. SOCORRO

    —————————————————————————————-

    Quando eu desafio o meu cérebro, eu abro mão de um prazer momentâneo para um prazer muito maior depois. Depois de encarar esse desafio, eu percebo que o retorno – ainda que invisível na hora do desafio – é muito maior.

    O tamanho do prazer retornado é proporcional ao pequeno prazer que eu abri mão naquela hora. Hoje, ainda que invisível na hora, eu tenho certeza absoluta que esse retorno virá. Quando, como, onde… sei lá.

    Além de ser muito maior, ele fortalece as ações automáticas e as reservas cognitivas. Todos esses ganhos amplificam a felicidade e a longevidade.

    Nas primeiras vezes, eu investi em tentativas desse tipo por força do destino. Mas hoje, eu encaro abrir mão de um prazer efêmero e momentâneo como um pedido de socorro.

    Não existe prazer permanente. Temos que abrir mãos de uns para ganhar outros muito maiores e duradouros. Põe na cabeça que não existe um caminho para a felicidade, a felicidade é o caminho.

    Repete até começar a dar certo. Sem essa persistência, meditação não dá certo.

    A PERSISTÊNCIA DO AMOR

    http://www.metrojornal.com.br/nacional/rubem-penz/escreva-com-a-hashtag-apersistenciadoamor-285469

    ————————————————————————–
    Paulo Ricardo Silveira Trainini

  3. hello!,I love your writing so so much! percentage we keep up a correspondence extra approximately your post on AOL? I need a specialist on this house to unravel my problem. May be that is you! Having a look forward to see you.

  4. I know this if off topic but I’m looking into starting my own weblog and
    was wondering what all is required to get set up?
    I’m assuming having a blog like yours would cost a pretty penny?
    I’m not very web smart so I’m not 100% positive.
    Any tips or advice would be greatly appreciated.
    Cheers

  5. Muito obrigado pelas informações, me ajudaram bastante! Agora vou acompanhar mais os posts, já mostrei aqui para minha esposa ela ficou surpresa também

  6. Have you ever thought about including a little bit more than just your articles?
    I mean, what you say is fundamental and everything.
    However just imagine if you added some great graphics or video clips to give your posts more, “pop”!
    Your content is excellent but with images and clips, this site could definitely
    be one of the greatest in its field. Very good blog!

  7. I got this website from my pal who shared with me about this
    web site and at the moment this time I am browsing this site and reading very informative content at this time.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *