SEMPRE IGUAL E SEMPRE DIFERENTE

Leitura em voz alta automática:

SEMPRE IGUAL E SEMPRE DIFERENTE

Em uma galáxia muito distante, havia uma erva-mate muito afrente do seu tempo.

 Ao apreciar um excelente chimarrão preparado com essa erva, um dos habitantes de um dos planetas dessa galáxia detectou a primeira prova da ligação entre a Informática e a Medicina.

Posteriormente, foi descoberto que essa ligação é muito mais ampla. De repente…

A coisa mais perigosa que pode ter na minha cozinha é uma faca sem fio. Porque, se eu não estiver atento ao usá-la e forçar para cortar, por descuido, me corto.

Mas, se eu estiver calmo e atento, primeiro vou conferir seu fio. Se ela não estiver bem afiada, eu pego outra ou afio antes de usá-la. Se nenhuma dessas opções estiverem disponíveis, eu troco a coisa a ser cortada por outra que não precisa ser cortada. Se não tiver outra coisa, eu deixo tudo pra depois. Se eu não sei o que acontecerá depois, eu deixo a tarefa nas mãos do futuro, não do meu presente.

Tu podes pensar que não tem sangue frio pra isso. Mas, dá um susto nos teus neurônios que de pronto eles providenciam isso.

Ninguém tem o domínio do futuro. A melhor coisa que se pode fazer é plantar calmamente e da melhor forma o que vai florescer só num futuro incerto.

Esse plantio se assemelha à programação em camadas. No entanto, o terreno onde se planta não é discreto. É contínuo e “gelatinoso”. Essa gelatina é tipo um ruído branco, que é sempre igual e sempre diferente, essa dupla é dinâmica. Santa Escócia!

Quem aprecia um rico chimarrão, descobre coisas inacreditáveis nessa gelatina.

Mas quem tenta colher antes da hora, se corta. Infelizmente a política tá infestada de gente que tenta colher antes da hora. Fatalmente vão se afogar.

Paulo Ricardo Silveira Trainini

SUSTO NOS NEURÔNIOS

Quão útil este post foi pra ti?

Clica na estrela para classificar!

No votes so far! Be the first to rate this post.

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!